Setembro: mês da Bíblia

Em setembro é comemorado o mês da Bíblia. E nada melhor do que aproveitar a data para falar um pouquinho deste Livro que é a Palavra de Deus para os homens. Muitas vezes nós cristãos, colocamos a Bíblia num lugar de destaque em nossas casas. Quase sempre num pedestal bonito, ao lado de alguns arranjos.

Poucos, talvez, a usam como livro de cabeceira; outros a lêem engajados na caminhada da fé de sua igreja, seguindo sua orientação. Muitos, ao lê-la, sentem dificuldade em entendê-la e a consideram misteriosa, complicada, difícil.

Podemos dizer, sem medo de errar, que a maioria das pessoas se enquadra nessa situação. Mas o que fazer para entender melhor a mensagem de Deus?  É certo relegarmos a Bíblia a um segundo plano em nossas vidas?

Para melhor compreender essa verdadeira “biblioteca” que Deus formou para seus filhos e filhas, o caminho é a leitura, o estudo, a reflexão, a partilha e a oração. Tudo isso ajuda a despertar maior interesse no assunto. Na leitura diária se descobre a Palavra como a força que nos leva a ver a realidade com os olhos novos e transformá-la.

Faça essa experiência. Nunca é tarde para começar!

Para entender a Bíblia:

Definição

Bíblia é a comunicação de Deus que nos ajuda na caminhada até Ele. Está dividida em 73 livros, sendo 46 no Primeiro Testamento e 27 no Segundo Testamento.

O Primeiro Testamento, que surgiu antes do nascimento de Jesus, foi escrito, aproximadamente, entre os anos 1250 a.c a 50 d.c. É dividido em quatro blocos:

Pentateuco: Gênesis, Êxodo, Levítico Números Deuteronômio

Históricos: Josué, Juízes, Rute, 1 e 2 Samuel, 1 e 2 Reis, 1 e 2 Crônicas, Esdras, Neemias, Tobias, Judite, Ester e 1 e 2  Macabeus

Poéticos ou Sapienciais: Jó, Salmos, Provérbios, Eclesiastes, Cântico dos Cânticos, Sabedoria, Eclesiástico

Proféticos: Isaías, Jeremias, Lamentações, Baruc, Ezequiel, Daniel, Oséias, Joel, Amós, Abdias, Jonas, Miquéias, Naum, Habacuc, Sofonias, Ageu, Zacarias, Malaquias

O Segundo Testamento, escrito após o nascimento de Jesus, é dividido em: Evangelhos, Atos dos Apóstolos, Cartas e Apocalipse.

Evangelhos: Mateus, Marcos, Lucas e João

Atos dos Apóstolos

Cartas de Paulo: Romanos, Coríntios, Gálatas, Filipenses, Filemon, 1 Tessalonicenses

Cartas de Deuteropaulinas ou atribuídas a Paulo: 2 Tessalonicenses, Efésios e Colossenses

Cartas Pastorais: Tito, Timóteo

Cartas Católicas: Tiago, Pedro, João e Judas

Hebreus

Apocalipse

Como surgiu a Bíblia?

Muitos homens e mulheres, de lugares, línguas e culturas diferentes, contribuíram para que a humanidade tivesse acesso à Bíblia. As narrativas foram inicialmente guardadas na memória e transmitidas de viva voz, até serem registradas por escrito, em papiros, pergaminhos e outros materiais conhecidos e disponíveis a cada época.

Onde a Bíblia foi escrita?

Os livros da Bíblia foram escritos não só em lugares diferentes, mas às vezes o mesmo livro começou a ser escrito em um lugar e foi completado, copiado ou revisado, em outros. Grande parte dos livros do Primeiro Testamento foi escrito na terra de Israel, lugar onde Jesus nasceu, viveu, ensinou, morreu e ressuscitou.

Alguns livros foram escritos fora de Israel: na Babilônia, no Egito, na Ásia Menor, na Grécia e na Itália, lugares por onde se espalharam os judeus e as comunidades cristãs primitivas.

Como encontrar uma citação em um dos 73 livros da Bíblia?

Quando os livros da Bíblia foram escritos, não traziam, como hoje, capítulos e versículos. A divisão em capítulos foi introduzida em 1214 da era Cristã. Os versículos foram organizados a partir de 1551. Para facilitar a busca do que se deseja cada livro foi dividido em capítulos. São os números maiores destacados nas páginas, enquanto os versículos são os números menores, espalhados pelo texto.

Em que línguas a Bíblia foi escrita?

Os livros foram escritos em hebraico, aramaico e grego. Todo o segundo testamento foi escrito em grego.

O que é Canon Bíblico?

É a norma que estabelece a lista dos livros considerados inspirados por Deus. Judeus de língua hebraica e grega, samaritanos e cristãos usam o mesmo livro sagrado, a Bíblia. Entretanto, cada um deles possui sua lista de livros inspirados.

Fique sabendo

  • A Bíblia levou mais de mil anos para ser escrita – começou por volta de 1250 a.c e terminou por volta do ano 115 da era cristã
  • A tradução da Bíblia hebraica para o grego ocorreu porque, com o passar dos anos, os descendentes dos judeus não falavam nem liam mais o hebraico e sim o grego
  • As primeiras traduções dos textos originais para o latim levam o nome genérico de Vetus Latina
  • A partir do ano 1500, o latim não era mais a língua falada pela maioria do povo. Pouco a pouco a Bíblia foi sendo traduzida para diversas línguas

 

Compartilhe no Whatsapp !
Compartilhar