Artigo Pe. Silvio: E o Verbo se fez carne  

O amor de Deus, sempre surpreendente, é amor que se traduziu e se traduz em presença. Sim, Ele veio viver em nosso meio, demonstrar toda sua atenção e seu carinho para conosco.

A forma mais bonita e expressiva de amar é se fazendo presente, é amando. E Deus assim se fez Homem, aceitando nossa condição, para nos apresentar o Céu como possibilidade e meta.

Suas palavras, seus gestos, seus ensinamentos e suas exortações, se tornam o tempo todo, um caminho a se trilhar. Temos sempre duas escolhas: acolher ou descartar. As consequências iremos colhendo ao percorrer a trilha de nossas vidas.

A fé se torna o elemento essencial para adentrarmos esse horizonte do Céu. É como sair num barco, lutando contra o mar turbulento da vida e perceber que o Senhor está junto de nós e não nos deixará afundar.

Experimentamos a presença de Deus em nós, quando descobrimos a vida como um dom especial de Deus: uma vida tecida em pensamentos e emoções, desejos e planos, alegrias e dores. Aqui nos sentimos encontrados pela presença do Senhor.

Esse Deus que se fez Homem deseja o tempo todo se fazer próximo a nós. E nós? Sentimos a sua presença ou buscamos fugir para os nossos esconderijos da vida? Temos desejo de nos aproximar d’Ele ou preferimos a indiferença?

Como é bom corresponder o amor. Deus já fez a sua parte e espera algo de nós!

Compartilhe no Whatsapp !
Compartilhar