“Maria é a cheia de graça, José é o homem justo”, afirma Papa

Em entrevista para o programa “Ave-Maria”, da TV 2000, Francisco falou sobre a  relação de Maria com José, e sobre a relação de Maria com Jesus

Da redação, com Vatican News

A relação de Maria com José, pais de Jesus, e a relação de Maria com Jesus foram temas trabalhados pelo Papa Francisco no sexto programa “Ave Maria” da televisão da Conferência dos Bispos Italianos, TV 2000. O programa é realizado em colaboração com o Dicastério para a Comunicação da Santa Sé.

Francisco falou sobre a submissão de Maria a José de acordo com a cultura da época, e explicou que Maria cozinhava para seu marido, conversava com ele, que falavam sobre o filho, e que compartilharam a angústia de quando o menino aos 12 anos permaneceu em Jerusalém. “A angústia de um marido e de uma esposa, a angústia dos pais. Trata-se da normalidade na virgindade”, disse ainda o Papa, que acrescentou: “As grandes decisões eram tomadas por José. Era normal naquela época. Maria muitas vezes em sonho recebia as mensagens de Deus. Maria é a cheia de graça; José é o homem justo, o homem observador da palavra de Deus. Lindo casal”.

“Caminhemos com Maria e José rumo a Belém”. Esse foi o convite do Papa Francisco, no Angelus deste domingo, 22, com os fiéis na Praça São Pedro. Ele falou do exemplo de coragem dado por Maria e da fé de São José, que renunciou aos projetos pessoais em prol daquele que Deus lhe reservava.

Francisco lembrou que, ao saber da gravidez de Maria, José decidiu abandoná-la em segredo. Uma decisão difícil, tendo em vista o amor que ele tinha por ela. Porém, disse Francisco, vendo a fé de José, Deus abre-lhe um novo caminho de amor e felicidade. E José decide dar o seu ‘sim’ a Deus e cumprir a vontade d’Ele.

“Aceitando-se segundo o projeto do Senhor, José encontra plenamente a si mesmo. Esta sua liberdade de renunciar àquilo que é seu, à posse de sua própria existência, e esta sua plena disponibilidade interior à vontade de Deus nos interpelam e nos mostram o caminho”. Diante das reflexões, o Papa convidou todos a celebrarem o Natal contemplando o exemplo de Maria e José.

Compartilhe no Whatsapp !
Compartilhar