Catequese e Pastoral da Educação com objetivos comuns

No dia 11 de abril a Pastoral da Educação, juntamente com a Catequese Infantil da paróquia, reuniram-se para um momento de espiritualidade especial destinado aos educadores, catequistas e pais dos catequizandos num único objetivo: refletir sobre as questões das relações familiares.

Neste gesto significativo, as pastorais, procurando seguir os ensinamentos da Sagrada Família , superaram alguns desafios e prepararam juntos um momento especial com a Psicóloga e Neuropsicóloga Rosimeire Facioli, sob o tema CONVERSANDO SOBRE FAMÍLIA E FILHOS.

Ela ministrou a palestra para 200 pessoas abordando, entre outros assuntos, as dificuldades nas relações dos pais e educadores com as crianças e jovens e como precisam aprender a trilhar os caminhos do amadurecimento e assumir com coragem a vocação de educar.

“É preciso saciar a sede da proximidade. Estar com o outro para conhecê-lo, valorizá-lo e acompanhá-lo em seus projetos, colocando limites”. Rosimeire destacou que alguns pais criam os filhos para serem amados, é difícil lidar com isso, porque pais amam e querem ser amados. Outros poupam muito os filhos fazendo tudo por eles, protegendo em excesso e não querem vê-los frustrados, criam os filhos com falta de limites, excesso de liberdades, falta de respeito nos espaços do outro e precisamos abordar de forma diferente essa educação.

Rosimeire é formada em psicologia e neuropsicologia pela Faculdade de Medicina da USP e apontou uma pesquisa que diz que 1 em cada 6 crianças no mundo sofrem de transtornos com diagnósticos psicológicos e as famílias e as escolas sofrem muito com isso por não saberem educar bem.

A Educação é assim, uma fonte capaz de saciar as sedes das nossas famílias e dos educadores por excelência, os pais para desenvolver uma educação cheia de oportunidades, fé, afeto, acolhida, amizades verdadeiras, conhecimento, proximidade, dedicação, respeito, tolerância e escuta, de trabalho.

A Pastoral da Educação através dos Momentos Formativos, de Espiritualidade e  Celebrativos quer encorajar os que assumem a vocação de educar, para que levem adiante seu árduo trabalho e se empenhem em oferecer os valores do Evangelho na missão.  Temos o dever de cultivar a vida, fazendo-a florescer através de uma educação voltada para a formação do cidadão, e iluminada pela luz que é a Palavra de Deus.

Todos somos convidados: agentes, professores, catequistas, educandos, pais, lideranças religiosas e demais pastorais.

Texto: Tania Campos

 

 

 

Compartilhe no Whatsapp !
Compartilhar