São José dos Campos, 17 de Outubro de 2017

Artigo Pe. Silvio: Chamados a viver as bem-aventuranças


“As bem-aventuranças são promessas nas quais resplandece a nova imagem do mundo e do homem, que Jesus inaugura, a ‘inversão dos valores’. São promessas escatológicas, mas não devem ser entendidas como se a felicidade anunciada fosse adiada para um futuro distante e sem fim ou exclusivamente para o além. Quando o homem começa a ver e a viver a partir de Deus, quando ele se encontra na comunidade caminhando com Jesus, então ele vive com base em novos critérios” (Bento XVI – Jesus de Nazaré).

Sabemos que essa belíssima página do Evangelho, é um programa de vida que Jesus apresenta para os seus. Ele não desejou fundar uma Ordem, mas congregar de novo o povo de Deus para escutar a Palavra, recorda-nos o Papa Bento XVI.

Os ensinamentos do Senhor devem ressoar em nossos corações, chamados a viver o espírito das bem-aventuranças, um programa difícil, mas que nos abre a esperança e a perseverança, próprio dos cristãos.

Jesus quebra a lógico do tempo, pois quem deverá herdar o Reino de Deus são os mansos, os que sofrem, os perseguidos e os de puro coração. Ele mesmo se apresenta como um homem “manso e humilde de coração” e nos ensina a aprender com Ele.

Caros irmãos, o chamado a viver as bem-aventuranças, começa com o desejo de ter um coração manso e humilde como o de Jesus, cujo testemunho diante do Pai foi de mansidão, humildade e entrega. É pela obediência ao Pai que Jesus nos chama para a paz, para implantá-la em nós.

Como seria maravilhoso os homens darem uma trégua aos sentimentos da guerra, aos próprios interesses econômicos e, enfim, vivêssemos uma comunidade de irmãos unidos no amor e na fé, mas é um caminho que não podemos deixar de acreditar e esperar, contra todo orgulho e indiferença presente no coração das pessoas.

Obrigado, Senhor, por nos chamar a viver as bem-aventuranças.


 

© Copyright 2010, Paróquia Sagrada Família. Todos os Direitos Reservados.

Desenvolvimento: