São José dos Campos, 20 de Outubro de 2017

Artigo Pe. Silvio: Corremos sem saber aonde chegar


Tenho observado ultimamente, quantas pessoas vivem um ativismo desenfreado, correndo de um lado para outro sem saber aonde chegar. Quem sabe, valha a pena descobrir que podemos ser uma pessoa mais do ser que do fazer. Isso pode mudar, significativamente, a nossa vida.

Claro que precisamos ser pessoas ativas, construtoras dos nossos sonhos, mas muitos ainda perdem a oportunidade de uma vida mais experimentada na feliz convivência, nas oportunidades de um bom descanso, estando trancadas num ritmo acelerado do ativismo.

O ativismo tira nossa visão mais ampla das outras áreas da vida, levando-nos a um contínuo cansaço, desânimo e, muitas vezes, às frustrações. Busquemos atividades com mais significado e a capacidade de harmonizar sonhos e realidades, isso pode dar mais equilíbrio para nossas vidas.

Como é bom saber aonde queremos chegar, termos metas, viver com estímulo e prazer, mesmo sabedores dos momentos mais exigentes da vida. Nenhuma conquista é feita sem esforço, mas não precisamos nos tornar ativistas incansáveis. O exercício da liberdade nas escolhas nos amadurece. Tenhamos a vida nas mãos, priorizemos as atividades, busquemos disciplina. Tudo isso pode contribuir muito para a nossa felicidade. Indisciplina é o mesmo que insucesso.

Em um mundo tão incomodado com Deus ou a religião, desafiemo-nos a confrontar nossas vidas com Deus, esse Deus que alimenta nossos sonhos, que faz Aliança conosco e não nos deixa desanimar em nossas dificuldades.

Em nossas escolhas, deixemos Deus falar em nossos corações. Ele é o Caminho que nos aponta a Vida e a Verdade.
 

© Copyright 2010, Paróquia Sagrada Família. Todos os Direitos Reservados.

Desenvolvimento: