São José dos Campos, 20 de Outubro de 2017

Artigo Pe. Silvio: Temos uma vida para ser doada


Recorda-nos o Documento de Aparecida: “A vida se acrescenta dando-a, e se enfraquece no isolamento e na comodidade”´ (n. 360). Jesus Cristo foi o homem que muito bem nos ensinou isso. Descobrimos, na arte de ajudar o outro, o quanto nossa vida se torna mais especial, significativa, irradiante. Jesus mesmo disse: “Quem aprecia sua vida terrena, a perderá” (Jo 12,25).

Talvez você se pergunte: Como posso doar minha vida? Imaginando assim algo difícil, que exija muito de você. Mas posso lhe garantir, que o tempo todo, em pequenas situações da vida, você tem oportunidades de fazer da sua vida, uma vida de entrega, atenta às necessidades de quem está do seu lado, em pequenos gestos ou pequenas delicadezas.

A vida é assim! Ela é feita de miudezas que se perdem aos nossos olhos. Buscamos, muitas vezes, projetos tão altos, que não percebemos as pequenas oportunidades ordinárias para se fazer o bem, construir a esperança, dar sabor ao que parece desgastado.

Quando desejamos o outro pela sua utilidade, satisfazemos nossas necessidades, amamos com amor reduzido, interesseiro. Amor capaz de dispensar o outro quando perde sua utilidade. A vida, muitas vezes, tem apresentado esse tipo de amor. Por isso a tristeza e o sofrimento têm se tornado tão intenso na vida humana.

De outra parte, o Reino de Deus vai se instaurando lentamente. Jesus chegava de mansinho nos corações humanos, em momentos que a vida parecia terminada e, com um olhar de cuidado, apontava ainda possibilidades. Jesus nunca deixou alguém desacreditado de sua própria vida, pelos erros cometidos.

Deixe que Ele hoje olhe seus olhos. Demore-se nesse olhar. Quanta força conseguimos extrair desse encontro misericordioso. Ele nos dá um motivo para ir adiante. Ele nos envolve num olhar imensamente restaurador. Ele é aquele que nos ensina que a vida é feita para ser doada.

 

© Copyright 2010, Paróquia Sagrada Família. Todos os Direitos Reservados.

Desenvolvimento: