São José dos Campos, 17 de Novembro de 2017

Artigo Pe. Silvio: Um abraço que vem ao nosso encontro


Quando Deus nos abraça, Ele restitui a graça de voltarmos a ser seus filhos. Por isso a Igreja sempre nos ensina sobre a Sua misericórdia, que não cabe no nosso entendimento ou compreensão.

Toda a história de Israel nos recorda o quanto Deus foi paciente, diante da infidelidade do seu povo. Diante das murmurações e manifestações de descontentamento, Deus ali estava, sempre pronto a perdoar e a acolher a ingratidão de um povo.

Não somos tão diferentes! Quantas vezes nos pegamos murmurando, indicando Deus como a causa dos nossos sofrimentos ou ainda dizendo que Ele está sempre ausente nos momentos que mais precisamos.

Precisamos crescer muito na compreensão de Deus. Precisamos aprender que Ele não está à disposição, apenas, das minhas necessidades pessoais e que Ele deve fazer tudo como eu quero e no tempo que eu necessito.

Somos pecadores e carregamos conosco, recorda-nos o Apóstolo Paulo, o peso da contradição entre o que queremos fazer e o, ao contrário, acabamos fazendo (Rm 7, 14-21). Mas não esqueçamos que a graça de Deus supera toda possível resistência, porque o amor tudo vence (1Cor 13,7). Essa certeza conforta os nossos corações, pois sabemos que Deus estará o tempo todo pronto a nos abraçar, a nos devolver o sentido da vida.

Somente um Deus tão imenso e maravilhoso pode manifestar o que é a sua verdadeira identidade: temos um Deus que é Amor!

No Sacramento do Perdão, Deus mostra o caminho da conversão e nos convida a experimentar, novamente, a Sua proximidade.

Não importa o tempo que esteja vivendo, lute contra sua resistência e volte. Só Deus perdoa os pecados e como é triste ficar fechado em si mesmo, deixando de experimentar essa graça libertadora.

Não perca essa esplêndida oportunidade!

© Copyright 2010, Paróquia Sagrada Família. Todos os Direitos Reservados.

Desenvolvimento: